Nada pequena Eva

Em 24 de março de 2017 por Carolina Nogueira

Conheci Madame Eva uns meses atrás, quando a revista do meu amigo Pedro foi lançada. Fiquei intrigada com a ideia de uma revista de artes literárias – ou de tautologias, como eles se definem – feita e distribuída em três cidades diferentes: Brasília, Rio e Salvador. Abri a revista e fui transportada pra algum lugar divertido do passado. Pra um passado bem distante onde escrever era um ofício bonito, elegante, refletido. Onde as pessoas faziam saraus, discutiam grandes ideias, tomavam tempo pra colocar seus sentimentos no papel e, também, para ler outras pessoas. Pensar, conversar, debater. Gostei daquele ambiente. Entrei no clima.   Encontrei o Pedro e conversamos que só sobre a edição – é que os meninos da Eva adoram mesmo discutir grandes ideias, falar de formato e conteúdo, ouvir críticas e elogios. Ele me contou que estava feliz com o resultado, mas que estava faltando um temperinho na revista: textos

Como preencher sua noite de domingo

Em 23 de março de 2017 por Dani Cronemberger

Quer jantar num lugar diferente? Mas diferente mesmo, nada a ver com qualquer restaurante

Rolê no Paranoá: antiguidades e tambaqui na brasa

Em 20 de março de 2017 por Zuleika de Souza

  A Barragem funciona como portal da cidade do Paranoá. Passando por ela, vindo pelo Lago Sul, nos primeiros metros está a Churrascaria do Paranoá, aberta em 1956, durante a construção da represa. Era uma cantina de obra do

A semana em que Paris é aqui

Em 17 de março de 2017 por Carolina Nogueira

“Se você teve a sorte de viver em Paris quando jovem, então onde quer

O lugar mais hipster da cidade

Em 15 de março de 2017 por Carolina Nogueira

Quando fui a Buenos Aires ano passado, falei pra minha anfitriã Ana: a gente