Um refúgio chamado banho

Em 05 de abril de 2017 por Carolina Nogueira

Eu tenho a sorte de ter uns prazeres bem bestas na vida – coisas muito, muito simples que não só são capazes de mudar completamente meu dia como são minha referência de refúgio. Sabe aquela hora que a moça da meditação guiada te fala pra mentalizar um lugar seguro, uma sensação de conforto? Eu não penso no por-de-sol na praia perfeita que visitei um dia. Eu penso na minha casa mesmo. Eu penso num bom banho.

Mas meu cenário perfeito tem seus requintes: o que eu gosto mesmo é de tomar banho no meio da tarde. De uma tarde quente. E depois botar “roupa de ficar em casa” (amo esse conceito)(leia-se: um short e uma camiseta velha) e depois não fazer nada. De preferência não fazer nada deitada na rede. Se eu fosse o Aurélio colocava esse exato parágrafo na definição de felicidade, s.f..

Pois ontem meu cenário perfeito ganhou um requinte a mais – ou alguns. Eu ganhei de presente da Dani Caribé (que, além de minha amiga querida, vem a ser minha professora de ioga) (mas por favor ignorem essa informação porque a aula já está lotada) um pacotinho de felicidade da Pura, com sabonetes que ela está produzindo. Que ela mesma está produzindo com aquelas mãos de fada dela.

Sabonetes, sais de banho, creme, creme labial, óleo pós-banho e, em breve, shampoo. Tudo feito com produtos tão naturais que tem escrito na embalagem uma máxima ayuvérdica: só coloque na pele o que colocaria na boca. É bem propício mesmo, porque dá vontade. O cheiro dos sabonetes é tão bom que dá vontade de comer, de casar com ele, dá vontade de morar dentro do cheiro do sabonete. Daí você imagina como eu me senti quando saí do banho. Eu queria apenas continuar existindo com aquele cheiro. Absolutamente clichê, em se tratando de um cosmético natural feito por uma professora de ioga, mas como, senhor?, como evitar um #gratidão? Lá vai: #gratidão, #plenitude, #namastê, o pacote completo.

Falei da embalagem ali em cima – aliás, que embalagem. Além de deliciosos, os produtos são lindos de morrer, o que os transforma automaticamente em incríveis presentes pra absolutamente qualquer pessoa. Os sabonetes custam entre R$ 15 a R$ 22, os óleos, R$ 25, o repelente, R$ 15.  Ó que simples ser feliz.

Bora?

Pura
Cosméticos naturais da Dani Caribé
Venda sob encomenda
Whats (61) 98112-8918 / email daniom@gmail.com

  • Valéria Feitoza

    Carol, olha só que sincronicidade: há 2 semanas eu fiz um curso de saponificação a frio (cold process) pra aprender a produzir meus próprios sabonetes 100% vegetais e orgânicos. E vou te falar: não é só o prazer de saber que está usando algo sem venenos químicos/sintéticos e com pouco ou quase nenhum impacto ambiental. É também uma alegria enorme aprender a produzir um sabão artesanal delicioso, com propriedades terapêuticas dos óleos essenciais, dá um orgulho danado! <3