Terreirada com Filhos de Dona Maria e Passarinhos do Cerrado

Em 16 de dezembro de 2016 por

Bora pra última Terreirada do ano? Na edição de dezembro o grupo de coco Passarinhos do Cerrado vai fazer o chão tremer com o lançamento do CD “Origens”!

Com 10 anos de estrada, o som dos Passarinhos Do Cerrado é marcado pela mistura do coco nordestino com a identidade cultural e musical goiana. Dessa fusão nasceu o ritmo Coco de Folia: uma nova batida, com um tipo de melodia e de letras e uma nova forma de canto. As influências da Congada e da Folia de Reis, sobretudo, estão presentes nesta criação. Esta identidade é consolidada neste novo álbum, em que o trabalho tem claramente um pé no Nordeste, no ritmo coco, nas influências afro-indígenas e outro no coração do Cerrado.

Origens
Com direção musical de Juliano Holanda e participações especiais de peso, como Siba, A Matinada, Bongar e Lucas Dos Prazeres, o CD conta com 13 faixas, todas autorais assinadas por Rodrigo Kaverna. Juliano Holanda, que também é músico da Orquestra Contemporânea de Olinda, é arranjador, instrumentista e compositor de mais de 100 músicas gravadas.

Apesar da grande influência pernambucana, o outro pé do grupo está bem enraizado em Goiás. O CD também conta com as participações de indígenas da etnia Krahô, da Congada Santa Efigênia, de Niquelândia, dos barulhos dos carros de bois de Mestre Reis (Damolândia) e de membros do projeto Ninho Cultural. As violas caipiras goianas também foram registradas no disco pelas mãos de Pedro Vaz e Diego Lobo.

O nome que leva o álbum reflete a proposta deste trabalho. As canções remetem às origens, não só do compositor, como do grupo, da música feita por ele e do povo goiano. Por isso a presença de torés indígenas que não são apenas memória aos ancestrais, mas uma forma de resistência dessa cultura viva e latente, apesar do genocídio que faz hoje de Goiás um dos estados com menor número de indígenas do Brasil atualmente.

O grupo formado por Bruna Junqueira, Cléber Reizim, Milca Francielle, Nádia Junqueira e Rodrigo Kaverna.

Pra quem nunca foi:
A Terreirada é um evento mensal, que fortalece o samba e a cultura negra e e outras manifestações tradicionais em Brasília. O grupo Filhos de Dona Maria é residente no palco e a cada edição o evento sempre recebe convidadas e convidados diferentes.

Além da apresentação dos Filhos de Dona Maria, tem Tamara Maravilha no comando da pista só com ritmos brasileiros! É samba, jongo, coco, afoxé, forró, carimbó e ijexá pra nenhum esqueleto ficar parado!

Filhos de Dona Maria:
Dos tambores e temperos do terreiro de matriz africana vem a inspiração dos Filhos de Dona Maria. O samba feito por eles traz elementos do samba de roda, chula, afoxé e jongo. Por meio da música o grupo reafirma a identidade negra e suas tradições, fortalecendo a cultura afro-brasileira. O repertório é composto de sambas que cultuam os Orixás e a ancestralidade negra presente no Brasil.

__________ Tem também ___________

Pra embelezar:
** Loja Barravento Ateliê

Pra comer:
** Casa de Mainha – comidas de Terreiro
** Animal Tropical – laricas boas e baratas

Projeções:
** VJ Tamine
** VJ Nibêra – Aníbal Alexandre

Serviço:
Terreirada com Filhos de Dona Maria e Passarinhos do Cerrado (GO)
Data: 18 de dezembro (domingo)
Horário: 16h
Entrada:
até 18h – R$ 15 (meia entrada)
após às 18h – R$ 20 (meia entrada)
Local: Circulo Operário do Cruzeiro (SRE/S Áreas Especial 09, Cruzeiro Velho (ao lado da Administração do Cruzeiro)
Informações: 61 98211-6556

Comentários fechado.